Agradecimentos, certificados e registros do Minicurso Foucault

O Grupo Crítica e Dialética agradece ao público pelo interesse e participação no minicurso com o Professor Helton Adverse, a quem igualmente agradecemos a colaboração. Lembramos a todas as pessoas que as consultas acerca dos Certificados devem ser feitas por nosso email: criticaedialetica@gmail.com

>>> Em função do acúmulo de tarefas neste fim de semestre, solicitamos às pessoas que aguardem um pouco mais pelo envio dos certificados. Caso não obtenham respostas até meados de dezembro, favor entrar em contato novamente.

Seguem algumas imagens do evento, em seus diversos dias. Tivemos algumas dificuldades logísticas, mas por fim conseguimos acomodar todo o público no Auditório da FALE. Muito obrigado pela paciência 🙂

 

Anúncios

Minicurso “Foucault: uma analítica do poder”, com o Prof. Helton Adverse (UFMG)

O Grupo Crítica & Dialética convida para o minicurso “Foucault: uma analítica do poder”, com o Prof. Helton Adverse, nos dias 19, 20 e 21 de novembro, das 14h às 17h, no Auditório Baesse da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG. Os textos da bibliografia de referência são os seguintes:

– FOUCAULT, Michel. O poder psiquiátrico – Curso dado no Collège de France, 1973-1974 – Aulas de 07, 14 e 21 de Novembro de 1973
FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir. O corpo dos condenados
FOUCAULT, Michel. A vontade de saber. O dispositivo de sexualidade

A audiência é livre, sem custos, com inscrição no local.

> Estamos com dificuldades para comportar todo o público no Auditório Baesse. Buscamos alternativas e a única que se apresentou viável para hoje, terça-feira, é a sala 3049 da FAFICH, no fim do corredor do terceiro andar, em direção à FALE. Muito obrigado e até breve!

>> Depois de muitas negociações, conseguimos reservar o Auditório 1007, ao lado da Cantina da FALE, para o encontro de hoje, quarta-feira. Agradecemos o interesse e paciência. Esperaremos por vocês lá.

 

Programação do segundo semestre de 2018

O Grupo Crítica e Dialética reiniciou seu calendário com uma reunião preparatória em 13 de agosto. Uma decisão importante foi tomada: o adiamento do III Colóquio de Filosofia e Teoria Social. A agenda de preparação do evento estava atrasada e seria muito difícil realizá-lo na data originalmente definida. Além disso, está programada uma segunda edição do minicurso C&D, desta vez voltada ao pensamento de Michel Foucault. Mais informações serão dadas em breve.


O grupo de formação estará voltado a temas continuamente pressupostos nas nossas conversas, sem que tenham sido propriamente debatidos. As reuniões permanecerão nas segundas-feiras, dias 27/08, 10/09, 24/09, 08/10, 05/11, 12/11, 26/11 e 10/12. Temas e relatórios podem ser encontrados na aba atas.


As datas das reuniões do grupo de pesquisa ainda não foram definidas.

Política e Sensibilidade: alteridade e o papel das emoções na resolução de conflitos

O Grupo Crítica & Dialética convida a todos para um debate acerca do contexto político atual:

Num mundo onde as posições estão cada vez mais polarizadas, qual o espaço do diálogo na esfera política? Seriam outras formas de expressão mais efetivas para se entender o lugar do outro?

O evento contará com a presença da Profª. Angela Marques, do DCS da UFMG, do Prof. Ricardo Fabrino, do DCP da UFMG, e de Wesley Matheus, Consultor em projetos de focalização e monitoramento na América Latina e África.

Esperamos vocês.

Auditório Prof. Baesse, FAFICH/UFMG.
15 de maio de 2018, 14h

https://www.facebook.com/events/2085156768429052/

WhatsApp Image 2018-04-17 at 19.19.35

Agradecemos a participação de todas as pessoas! Ótimas conferências, ótimos debates.

Primeiro semestre de 2018

Retomamos as atividades do Grupo Crítica e Dialética neste início de março. Além da nova edição do Colóquio de Filosofia e Teoria Social, que deverá ocorrer em junho, estão planejadas mais duas atividades curtas voltadas à comunidade acadêmica, nos moldes dos eventos anteriores. Mais informações em breve.


As reuniões do grupo de formação estarão dedicadas à conclusão do exame de O Homem Unidimensional, de Herbert Marcuse. As reuniões serão às segundas-feiras, nos dias 12/03, 26/03, 09/04, 07/05, 21/05 e 04/06. Os encontros ocorrerão às 14:00, na sala 2082, e serão intercalados com as atividades do grupo de pesquisa, listadas logo abaixo. Como de hábito, os relatórios de reunião podem ser encontrados na aba atas.


As reuniões do grupo de pesquisa serão em datas ainda a definir, com o debate acerca da dissertação de Rodolpho Venturini e a apresentação da pesquisa pós-doutoral de Daniel Pucciarelli.

Maneiras trágicas de matar a trajetória acadêmica de uma mulher

Pensando na desigualdade de gênero presente na academia, o Grupo Crítica e Dialética estabeleceu, como uma de suas metas mais urgentes, o tratamento qualificado dessa questão. O Grupo convida a todas e todos para o evento “Maneiras Trágicas de Matar a Trajetória Acadêmica De uma Mulher”. Nosso objetivo é oferecer uma visão do tratamento desigual entre homens e mulheres no mercado de trabalho, em particular no que se refere à academia, com ênfase à área da filosofia, de forma que as reflexões proporcionadas pelos debates contribuam para a luta das mulheres pela igualdade social e fim do preconceito de gênero.

Maiores informações aqui.

Evento no Facebook.maneiras trágicas

Debate “Entre nova política e antipolítica”, com Bruno Cava e Giuseppe Cocco

O Grupo Crítica & Dialética promove, no dia 18 de agosto, próxima sexta, às 14 horas, no auditório da Escola de Arquitetura da UFMG, o debate “Entre nova política e antipolítica: as manifestações de 2013 e os novos movimentos no Brasil”, com os professores Bruno Cava e Giuseppe Cocco.

Cava é mestre em Direito pela UERJ, publicista e leciona cursos de filosofia e intervenção no presente. Autor de diversos livros e artigos, publicou recentemente o livro “A Constituição do Comum” (2017), em coautoria com Alexandre Mendes, pela editora Revan. Cocco é doutor em História Social pela Université Paris 1 (Pantheon-Sorbonne), professor da Escola de Serviço Social da UFRJ e publicista. Autor de diversos livros e artigos, inclusive em coautoria com Antonio Negri, seu último livro é “KorpoBraz: Por uma política dos corpos” (2014), publicado pela editora Mauad X.

IMG-20170809-WA0002

Programação do semestre (2017/2)

As atividades do segundo semestre de 2017 já estão definidas.


As reuniões do grupo de formação serão dedicadas à conclusão do estudo da Dialética do Esclarecimento, de Theodor W. Adorno e Max Horkheimer, e, em seguida, ao início da leitura de O Homem Unidimensional, de Herbert Marcuse. As reuniões serão às segundas-feiras, nos dias 21/08, 28/08, 18/09, 02/10, 09/10, 16/10, 23/10, 13/11, 20/11 e 27/11. Os encontros ocorrerão às 14:00, na sala 2082. Conferir os relatórios de reunião na aba atas.


As reuniões do grupo de pesquisa serão nos dias 16/08, para o debate da dissertação de Douglas Ribeiro, 25/09, para a apresentação da pesquisa pós-doutoral de Amaro Fleck, 30/10, para a exposição da pesquisa de Lucien Regnault Marques, 06/11, com o mestrado de Marcus Tondato, e 04/12, para a discussão do trabalho doutoral de Lucas Souza.

C&D convida: Universidade e saúde mental, um problema? Com o Prof. Robson Cruz

O Grupo Crítica & Dialética promove na próxima segunda-feira, 26/06/2017, o debate:

Universidade e saúde mental: um problema?

14:00 hrs, na sala 2090, FAFICH

Palestra do Prof. Robson Cruz (PUC-SP), com comentários de Bruno Carvalho (Doutorando em Filosofia, USP).

Esperamos a todos!

+ informações :
https://www.facebook.com/events/1179551305512599/
critiaedialetica@gmail.com
Entrevista do Dr. Robson Cruz para a TV UFMG:
https://www.youtube.com/watch?v=a4sFlYZuQ3g

 

CONVIDA (3)

Registro e agradecimentos, minicurso “A ética neoliberal”

O Grupo Crítica & Dialética agradece a todas as pessoas que participaram do evento com o professor Alessandro Pinzani. O interesse e audiência foram muito expressivos, o que nos levou a considerar outras edições no mesmo formato, além de tornar ainda mais premente uma solução virtual para quem não puder se deslocar para a UFMG. Precisamos mesmo acertar esse detalhe, pois nem mesmo tiramos uma foto das 75 pessoas que seguiram as atividades nos três dias. Há outras atividades programadas para o segundo semestre, vamos ver se acertamos isso até lá.