II Colóquio de Filosofia e Teoria Social: Leituras Contemporâneas de Marx

O Grupo Crítica & Dialética

(Filosofia UFMG)

abre chamada de trabalhos para apresentação no

II Colóquio de Filosofia e Teoria Social

Leituras Contemporâneas de Marx

a se realizar na Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (FAFICH) da UFMG,

em Belo Horizonte, nos dias 23 e 24 de junho de 2016.

Dando continuidade ao projeto de pôr em tela os imbricamentos mútuos entre Filosofia e Teoria Social, o objetivo agora é colocar em debate correntes neomarxianas (ou neomarxistas), pós-marxianas (ou pós-marxistas), marxológicas (i.e., as que se dedicam à investigação filológica dos textos publicados e dos manuscritos não-publicados do autor) e todas aquelas que, ainda remetendo centralmente a Marx para a compreensão das relações sociais, políticas e econômicas após o fim do socialismo real e o enfraquecimento dos Estados de bem-estar social, procuram, todavia, distinguir-se das leituras tradicionais do marxismo tanto oriental quanto ocidental, em vista de um diagnóstico da contemporaneidade. Esperam-se contribuições e debates acerca de um amplo espectro de leituras contemporâneas, tais como as de Hans-Georg Backhaus, Guy Debord, Andrew Feenberg, Nancy Fraser, André Gorz, Jürgen Habermas, David Harvey, Michael Heinrich, John Holloway, Axel Honneth, Anselm Jappe, Robert Kurz, Ernesto Laclau, Chantal Mouffe, Antonio Negri, Moishe Postone, Helmut Reichelt, Roswitha Scholz, Jean-Marie Vincent, Immanuel Wallerstein, Slavoj Zizek, entre outros autores cabíveis. Encorajam-se igualmente submissões de trabalho sobre temas como: as novas edições críticas das obras completas de Marx e a revisão editorial dos textos canônicos; a atualidade e/ou a obsolescência dos conceitos marxianos (e.g., da teoria do valor, da teoria das crises etc.); implicação de novos diagnósticos de tempo para a teoria e da teoria para a realização de novos diagnósticos; a relação entre questões de gênero, raça, classe e sua interseccionalidade, a obra e os movimentos de inspiração marxiana; a relação entre capitalismo, ecologia e dominação da natureza; a emergência de novos objetos técnicos e seus potenciais de reconfiguração das relações sociais. Aceitar-se-á a submissão de resumos estendidos (500 palavras) até o dia 15 de maio de 2016, dentre os quais serão selecionados, com divulgação até 21 de maio de 2016, 12 trabalhos para composição das mesas de comunicação. São aceitos trabalhos de autoria individual ou escritos em coautoria, de autores de qualquer nível de formação. A inscrição como expositor ou como ouvinte é gratuita, com emissão de certificados após o evento para aqueles que estiveram presentes e/ou efetivamente apresentaram trabalhos, e deve ser feita em ambos os casos pelo e-mail <criticaedialetica@gmail.com>. As sessões de comunicações terão lugar no período da manhã dos dias 23 e 24 de junho de 2016, no Auditório Sônia Viegas, seguidas de conferências no período da tarde. A programação completa será publicada em breve, com conferências já confirmadas dos professores Amaro Fleck (UFLA), Eduardo Neves Silva (UFMG), Jorge Grespan (USP) e Paulo Arantes (USP).

Anúncios

Programação do 1º semestre de 2016

O Grupo Crítica & Dialética anuncia as atividades do primeiro semestre de 2016.

O grupo se reunirá a partir deste semestre em duas modalidades de sessões: a) as reuniões orientadas ao percurso formativo de leituras, cuja participação é aberta ao público em geral, condicionada a não mais – mas também não menos – do que o compromisso rigoroso com as leituras, fichamentos e relatorias de textos e b) as reuniões de pesquisa, de participação restrita e orientada à apresentação e discussão dos trabalhos dos atuais membros do grupo ou de seus convidados. No presente semestre, a segunda modalidade de sessões terá por objetivo a discussão das propostas a serem apresentadas no II Colóquio de Filosofia e Teoria Social.

Planejado para o mês de junho, o Colóquio terá por tema Leituras Contemporâneas de Marx, e aceitará trabalhos sobre as obras de Backhaus, Debord, Feenberg, Fraser, Gorz, Habermas, Harvey, Heinrich, Holloway, Honneth, Jappe, Kurz, Laclau, Mouffe, Negri, Postone, Reichelt, Scholz, Vincent, Wallerstein, Zizek, entre outros, além de trabalhos dedicados a temas como as novas edições críticas das obras completas de Marx e a revisão editorial dos textos canônicos; a atualidade e/ou a obsolescência dos conceitos marxianos (e.g., da teoria do valor, da teoria das crises etc.); a implicação de novos diagnósticos de tempo para a teoria e da teoria para a realização de novos diagnósticos; a relação da obra e dos movimentos de inspiração marxiana com as questões de gênero, raça, classe e sua interseccionalidade; a relação entre capitalismo, ecologia e dominação da natureza; e a emergência de novos objetos técnicos e seus potenciais de reconfiguração das relações sociais.

Maiores informações sobre o evento, sua programação e a chamada para propostas serão publicadas em breve.