Agradecimento aos participantes

O grupo Crítica e Dialética gostaria de agradecer a todos os que participaram, apresentando seus trabalhos ou como ouvintes, e nos ajudaram a realizar o I Colóquio Filosofia e Teoria Social.

Aqueles que participaram como ouvintes e assinaram a lista de presença e que desejam receber o certificado podem entrar em contato conosco pelo email: criticaedialetica@gmail.com.

 

 

 

 

Programação Completa


I COLÓQUIO DE FILOSOFIA E TEORIA SOCIAL

19 de junho de 2013

Auditório Prof. Luiz Bicalho, FAFICH, UFMG

[Abertura do Colóquio]

 

07:30 – 08:45 Sessão Coordenada 1*

  • Douglas Carvalho Ribeiro, “Nascimento e queda do Leviatã. Da congruência entre estado moderno, crise e democracia”
  • Ana Paula Repolês Torres, “Ação política em Hannah Arendt: para além de uma racionalidade instrumental”
  • Rogerio Foschiera, “Do estado de exceção à ética da autenticidade. Interfaces entre Giorgio Agamben e Charles Taylor”

 

08:50 – 10:30 Sessão Coordenada 2*

  • André Pereira de Carvalho, “Em direção a uma mudança de paradigma e retorno da práxis”
  • Jorge Benedito de Freitas Teodoro, “As litanias da “Révolte” de Charles Baudelaire: alegoria, teologia e marxismo na interpretação de Walter Benjamin”
  • Rodolpho Venturini, “Da ruptura à regularidade: descontinuidades do conceito de experiência na filosofia de Michel Foucault”
  • Marco Antônio Sousa Alves, “O poder produz ou debilita o sujeito? : considerações sobre a mercantilização da cultura e a emergência do autor comercial a partir de Adorno e Foucault”

 

[Coffee-Break]

 

10:45 – 12:00 Sessão Coordenada 3*

  • Maurício de Assis Reis, “Sobre a recepção da gênese das categorias do pensamento de Durkheim em Adorno”
  • Luciana Molina Queiroz, “Ressonâncias da Dialética Negativa na problemática do novo na arte: o princípio de uma discussão”
  • Mariana Fidelis, “Filosofia e teoria social: a crítica da ontologia heideggeriana na Dialética Negativa”

 

12:05 – 13:20 Sessão Coordenada 4*

  • Ângela Cristina Salgueiro Marques, “A ética do discurso e a formação do sujeito político em Habermas”
  • Luiz Philipe de Caux, “Axel Honneth e a tese do ‘déficit sociológico’ da Teoria Crítica: qual sociologia?”
  • Thiago Aguiar Simim, “De Honneth à Durkheim: uma interface a partir da concepção de normalidade e patologias sociais”

 

[Intervalo para almoço]

 

14:30 – 17:30 Mesa-Redonda:

Do materialismo interdisciplinar à reconstrução: modelos de teoria crítica.

Luciano Gatti (UNIFESP)

Luiz Repa (UFPR)

Debatedor: Eduardo Soares Neves Silva (UFMG)

 

[Encerramento do Colóquio]

 

 

*Devido ao grande número de (boas) inscrições e para fazer valer o espírito do Colóquio, fizemos um ligeiro ajuste no tempo das comunicações: ao invés de 25′ + 5′, serão 20′ + 5′.

Propostas aprovadas

Ana Paula Repolês Torres, “Ação política em Hannah Arendt: para além de uma racionalidade instrumental”

André Pereira de Carvalho, “Em direção a uma mudança de paradigma e retorno da práxis”

Ângela Cristina Salgueiro Marques, “A ética do discurso e a formação do sujeito político em Habermas”

Douglas Carvalho Ribeiro, “Nascimento e queda do Leviatã. Da congruência entre estado moderno, crise e democracia”

Jorge Benedito de Freitas Teodoro, “As litanias da “Révolte” de Charles Baudelaire: alegoria, teologia e marxismo na interpretação de Walter Benjamin”

Luciana Molina Queiroz, “Ressonâncias da Dialética Negativa na problemática do novo na arte: o princípio de uma discussão”

Luiz Philipe de Caux, “Axel Honneth e a tese do ‘déficit sociológico’ da Teoria Crítica: qual sociologia?”

Marco Antônio Sousa Alves, “O poder produz ou debilita o sujeito? : considerações sobre a mercantilização da cultura e a emergência do autor comercial a partir de Adorno e Foucault”

Mariana Fidelis, “Filosofia e teoria social: a crítica da ontologia heideggeriana na Dialética Negativa”

Maurício de Assis Reis, “Sobre a recepção da gênese das categorias do pensamento de Durkheim em Adorno”

Rodolpho Venturini, “Da ruptura à regularidade: descontinuidades do conceito de experiência na filosofia de Michel Foucault”

Rogerio Foschiera, “Do estado de exceção à ética da autenticidade. Interfaces entre Giorgio Agamben e Charles Taylor”

Thiago Aguiar Simim, “De Honneth à Durkheim: uma interface a partir da concepção de normalidade e patologias sociais”